Os 5 produtos mais importados no Brasil em 2017

O consumo de importados no Brasil cresceu 17% em 2017, em diversos segmentos, e isto dá a medida exata de como este mercado pode ser lucrativo, não só para a economia pessoal, investindo em produtos de qualidade superior e custo atraente, como também para desenvolver um negócio de compra e venda de importados.

O câmbio desfavorece muito a compra direta de itens importados, mas também aumenta muito o custo dos itens que são importados por empresas no exterior e revendidos aqui no Brasil. Elas precisam incluir no preço final ao cliente todos os seus custos de estrutura, logística, impostos e a margem.

São custos que não temos quando compramos diretamente para consumo e que podemos ter em níveis muito menores se criarmos um negócio online de importação.

Vamos falar um pouco dos 5 produtos mais importados no Brasil em 2017.

1) Roupas de Marcas Famosas

Este é um segmento que cresce bastante e tem um amplo universo de pessoas que podem ser potenciais clientes. As roupas de marcas famosas sempre foram um artigo de muito consumo no Brasil, porém muito restrito às lojas – com altos preços e uma variedade limitada aos seus investimentos – e compras em viagens, ainda mais limitadas à agenda e ao peso de bagagem.

Ser uma opção de compra de roupas das marcas mais famosas, cuidando de todo o processo e podendo vender com uma estrutura menor, é uma excelente oportunidade de negócio e lucro. Uma preocupação importante neste nicho é sempre negociar itens originais com os fornecedores no exterior. É grande a quantidade de vendedores alternativos e muitos clientes conseguem diferenciar. Problemas neste ponto podem prejudicar muito a imagem do negócio.

2) Calçados e Acessórios Femininos

O público consumidor feminino, além de ter um potencial de compra grande e constante, torna-se cada dia mais exigente justamente pela possibilidade de comprar estes itens no exterior – e as lojas não conseguem dar a diversidade que os sites oferecem e os preços são sempre muito altos para calçados, bolsas e outros acessórios de luxo.

Aqui a exclusividade é um fator importante para diferenciar-se dos concorrentes – conhecer bem o que as clientes procuram e desejam, as tendências, o que as grandes marcas lançam, tudo que envolva o mercado e possa oferecer modelos exclusivos ou aquele modelo que a cliente quer muito e não acha mais.

Novamente, aqui o cuidado com itens originais é fundamental. Porém, você também pode investir em segunda e terceira linhas, especialmente da China, para atingir mais mercado.

3) Perfumes e Produtos Cosméticos

O Brasil é o terceiro país que mais consome perfumes e os produtos cosméticos são de consumo perene – hoje em dia todas as faixas de idade nas mulheres são focos de grande consumo e ainda temos cada vez mais homens consumindo perfumes e cosméticos.

Diante disto, é fácil imaginar o potencial de venda que este segmento representa e com uma diferença de preços que pode chegar até a 90% em alguns itens e locais de venda. Então, é muito importante conhecer todas as melhores fontes de produtos originais para ter sempre os melhores preços e, eventualmente, fazer até promoções com alguns itens para conquistar clientes.

Aqui o cuidado com itens originais é redobrado, diante do risco de problemas de saúde com o uso de produtos não certificados pelos fabricantes.

 

 4) Equipamentos Eletrônicos

Este é um nicho onde a grande vantagem é ser abrangente – gênero, idade, classe social, todos consomem aparelhos eletrônicos. Por outro lado, são itens onde a margem pode ser menor e o volume de investimento – em caso de formar estoque – é muito maior.

Além disto, existe a questão de modernidade do estoque. Aparelhos como os smartphones se atualizam com rapidez, portanto é preciso ter muita atenção para não investir em itens que logo sairão de linha e podem ter o preço de venda prejudicado.

Pelos altos valores, estarão sempre sujeitos à taxação de impostos e custos consideráveis de frete. Porém, bem administrado, é um nicho com excelente oportunidade de ganho.

5) Artigos de Luxo Masculinos

Aqui falamos de relógios e óculos de sol, principalmente. É um segmento bem específico, mas que pode gerar lucros altos em cada venda, se os fornecedores forem bem definidos e administrados.

São itens que, muitas vezes, tem valores baixos para isenção de taxação de impostos, o que pode aumentar mais a margem.

 

Como podemos ver, investir na compra e venda de itens importados pode ser uma excelente opção de negócio com perspectivas de lucros muito bons.

E as importações cresceram em parte devido a facilidade que pessoas comuns tem descoberto para importar.

Quer aprender a importar produtos para venda ou uso pessoal? Conheça esse ótimo curso de importação e aprenda como!