4 madeiras de qualidade para decorar sua casa!

Um dos itens mais importantes na construção ou reforma de uma casa é a madeira que será usada. Para onde olhamos, existem grandes peças, grandes partes estruturas, detalhes, móveis em madeira.

Porém, a escolha de madeira adequada para uma casa não é uma decisão simples.

O tamanho do espaço, o estilo da decoração que será usada, os móveis, o peso dela no visual dos ambientes e, claro, o preço, são os fatores que devemos considerar para escolher a opção que, ao fim da obra, vai agradar os moradores e valorizar o imóvel.

Vamos falar de 4 madeiras de qualidade para decorar sua casa!

Madeira Maciça, MDF ou Madeira de Demolição. Qual usar?

Durante um projeto residencial, é comum os profissionais falar a respeito destes tipos de madeiras e isso causa muita confusão para quem não domina o assunto.

Para ajudar no entendimento e na ideia do tipo que será mais eficiente, existem algumas diferenças que podem ajudar:

Madeira Maciça

É o recorte da madeira em seu estado puro e livre de outros produtos, como as fibras sintéticas. Suas características mais marcantes são a beleza natural que a sua composição confere e a maior resistência às condições climáticas e estruturais da obra ou de uso (móveis).

MDF

É amplamente utilizada por sua maleabilidade e por ser sustentável. Ela é produzida a partir da mistura de fibra de madeira, aditivos e resina sintética.

Madeira de Demolição

É a madeira em seu estado maciço, mas extraída de peças já prontas e sem uso ou de construções antigas. Depois de extraída, a madeira é submetida a um tratamento industrial para a reutilização. É uma opção ainda pouco usado no mercado.

Quais as vantagens das Madeiras Maciças?

Durabilidade

É a principal vantagem das madeiras maciças, devido à pureza da matéria-prima. Se forem dados os cuidados corretos, os móveis podem durar por gerações.

Beleza

Poucas pessoas irão discordar que as estruturas e móveis feitos com madeira maciça tem uma beleza natural que sempre impressiona, principalmente no estilo colonial.

Resistência

A madeira maciça é naturalmente resistente a muitos impactos, umidade, calor e o uso diário. Esta inclusive é a característica decisiva para muitos projetos de áreas externas.

1 – Cedro

É uma madeira muito recomendada para móveis de sala. É versátil, fácil de serrar, lixar a aparafusar, é pouco permeável e seca rápido.

A tonalidade é marrom avermelhada, que transmite conforto ao local. Os cuidados para preservar a qualidade e a durabilidade incluem a aplicação de selantes, vernizes ou de óleo de cedro.

2 – Pinho

É uma madeira muito valorizada pela beleza e pela durabilidade, embora o custo seja alto quando comparado com a maioria das madeiras maciças.

Ela tem um aspecto rústico que transmite uma imagem mais ecológica. Pelo custo que ela tem, é importante avaliar bem o investimento, pois é feito para durar por muitos anos e o seu acabamento pode ter mais conflitos com a estética  do ambiente que os demais tipos de madeira.

3 – Mogno Africano

Esta madeira tem se tornado uma forte tendência no mercado moveleiro do Brasil nos últimos anos.

Esta madeira apresenta boa densidade, é esteticamente perfeita e apresenta resistência a alteração de clima. É mais clara e aceita mais variação de cor. Tem boa densidade para o manuseio e pode ser aplicada a muitas finalidades: móveis de quarto, mesas, bancos, pisos, painéis, portas e decks.

Uma característica importante nos dias atuais de preocupação com o meio ambiente é que o seu cultivo está em áreas de reflorestamento. E a árvore cresce mais rápido que o mogno brasileiro, o jacarandá ou o jequitibá.

Conheça a relação custo x benefício do mogno africano.

4 – Carvalho Americano

É uma madeira dura e de durabilidade moderada, e apesar de sua rigidez, ela é fácil de ser trabalhada.

As mesas de centro de carvalho são muito admiradas por reunir a simplicidade e elegância. Em contrapartida, não possui grande resistência a insetos e pode apresentar fendas e deformações ao longo do tempo, se não for cuidada adequadamente.