Curriculum de qualidade. Isso existe?

Em um mercado de trabalho tão competitivo como o atual – especialmente pelo número recorde de pessoas desempregadas – é importante demonstrar o melhor preparo para as vagas, e isto começa com um Curriculum de qualidade e eficiente.

Porém, é um documento que exige uma atenção muito grande com detalhes e informações, e alguns deslizes podem comprometer o caminho dele nas empresas.

E por este motivo, cria tanta tensão na hora de cria-lo. Mas será que existe um currículo de qualidade?

Sim, Vamos falar um pouco sobre o que pode contribuir para isto.

1. O tamanho faz diferença.

Imagine a oferta de candidatos para cada vaga aberta hoje em dia. E o quanto de tempo que os selecionadores têm para avaliar todos com cuidado para que não percam algum que tenha real valor.

Um currículo muito extenso provavelmente vai pecar pela perda de objetividade, mesmo com um histórico rico. O ideal é ser sucinto para chegar a, no máximo, 1 página e meia, podendo chegar a 1 página apenas. É o tamanho onde os selecionadores realmente se envolvem, sem perda de interesse.

Por este motivo, é importante avaliar as informações de cada seção do currículo para ver o que é realmente relevante para o seu perfil.

2. O layout deve ser atraente para a leitura.

Vivemos a era do marketing. Não basta apenas ter uma história profissional interessante, mas saber conta-la.

Usar fontes mais tradicionais, evitando as muito artísticas, usar espaçamento automático entre linhas, espaços entre as seções, negritos nos títulos delas são boas práticas para que seja um documento tenha uma estrutura atraente e seja lido sem sacrifícios ou que visualmente canse.

Exceção, claro, para currículos de áreas artísticas, design ou moda, onde existe a arte que pode ser usada. Mas sempre com cuidado.

3. Informação é importante. Mas use com moderação.

Conforme falamos antes, um currículo atraente, hoje em dia, precisa ter no máximo 1 página e meia, para profissionais com muitos anos e cargos de experiência. Mas como lidar com tanta informação sobre o que fez, os cursos, objetivos e habilidades num espaço que parece pouco?

Não há receita mágica aqui. É a medida do bom senso e da capacidade de síntese de cada bloco de informação – e acredite, os selecionadores prestam muita atenção nisto.

Se você tem, por exemplo, experiência como Supervisor de Tesouraria, não precisa relacionar as atividades básicas e que toda empresa executa na área. Não se preocupe se resumir a uma frase. Aqui o menos pode ser mais. E sobra espaço para falar do item a seguir.

4. Coloque apenas as experiências relevantes.

Se você atualmente tem perfil de especialista em TI, os trabalhos em Manutenção ou Compras no começo da carreira só ocuparão espaço. Ou se preferir, pode criar uma seção de Outras Experiências e relacionar apenas o cargo, empresa e período, em forma de itens.

O mesmo vale para a formação acadêmica: liste apenas a partir do ensino médio se ainda estiver cursando a universidade ou a partir dela se estiver formado, além dos cursos de especialização que tenham relação atual e direta com a sua área e de extensão em andamento.

5. Apresente resultados em cada experiência.

Listar as experiências não se resume mais a cargo, empresa, período e atividades relevantes. Também é importante se diferenciar por resultados alcançados.

Pode ser um aumento de vendas, implantação de sistemas, planos de economia, melhoria no giro de estoque. Certamente a lista é grande e você tem os ganhos certos para cada vivência. E se tiver números, melhor ainda.

6. Para os dados pessoais, coloque apenas o que é essencial.

Basicamente nome, e-mail, telefones de contato e link de LinkedIn. Muita gente coloca endereço, números de documentos, estado civil, e estas informações não são importantes neste momento do processo.

Sobre a idade e estado civil, não são obrigatórias mas podem ser informadas

7. Vá direto ao ponto.

Para cada seção e bloco de informação, seja objetivo, com frases curtas e a melhor síntese possível. Lembre-se: você tem pouquíssimo tempo para impressionar o selecionador. Faça cada segundo valer a pena!

Conheça esses modelos de curriculum de qualidade que poderão ajudar muito você a se destacar nos processos seletivos!